Primeiros passos para reduzir a inadimplência

Primeiros passos para reduzir a inadimplência

A inadimplência acontece pela ausência de pagamentos em determinado tempo e não somente pelo atraso de alguns dias deles. A administração escolar deve determinar um critério para quando a inadimplência se estabelece de fato.

Pensando nisso, apresentamos a seguir algumas medidas para auxiliar na redução da inadimplência em sua escola e na recuperação de débitos de modo que a ausência de pagamento não seja uma realidade presente e destrutiva nas instituições de ensino.

Calcule e entenda onde a inadimplência atrapalha

Identificar os reais prejuízos da inadimplência, como sua instituição está deixando de evoluir e o que você pode fazer para diminuir a inadimplência.

Em nosso e-book separamos algumas situações em que a inadimplência afeta diretamente os planos da gestão e dos alunos em sala de aula e que estão prejudicando o desenvolvimento da sua instituição.

Aprenda a mensurar a inadimplência

É preciso calcular o índice de inadimplência através da divisão entre: valor total das mensalidades que não foram pagas pelo valor total das mensalidades que são cobradas. Quando esse índice resultar em uma porcentagem maior que 3% significa que é hora de começar a atuar imediatamente contra o seu crescimento.

Nesse tópico do nosso material exclusivo disponível gratuitamente para você, nós te ensinamos como calcular o índice de inadimplência, qual a taxa limite que sua instituição pode trabalhar e como reverter essa situação.

Como um software pode ajudar a reduzir a inadimplência

Como a tecnologia, de forma muito intuitiva, pode ser sua principal aliada na hora de converter inadimplência em débito no seu caixa. Automatize suas cobranças e reduza sua inadimplência. Tenha uma visão macro do seu setor financeiro e obtenha as informações que você precisa na hora de tomar uma decisão.

  • Analisar quem são os inadimplentes e qual o valor devido;
  • Diminuir erros nos cálculos;
  • Configurar alertas para atrasos nos pagamentos;
  • Proporcionar maior autonomia aos responsáveis a medida que eles possam acessar segunda via de boletos e realizar pagamentos;

Baixe nosso ebook grátis e veja como alcançar números positivos e a recuperação de débitos.

Deixe um comentário