Tudo que você precisa saber sobre o novo ensino médio

Tudo que você precisa saber sobre o novo ensino médio

Já existe algum tempo que estamos discutindo sobre reformas na grade curricular do ensino médio, em que os alunos escolheriam áreas de conhecimento para se dedicarem de forma mais prioritária e a partir disso aumentarem as possibilidades de ingresso nos cursos universitários e técnicos que almejaram no decorrer da vida escolar. 

Esse novo modelo educacional, que por vezes se mostrou distante quanto a sua adesão, já está sendo implementado em várias instituições de ensino e a lei prevê que até 2021 todas as escolas já ministrem suas aulas com base no novo ensino médio.

A alteração ocorreu na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e as escolas estão aderindo com o objetivo de “garantir a oferta de educação de qualidade à todos os jovens brasileiros e de aproximar as escolas à realidade dos estudantes de hoje, considerando as novas demandas e complexidades do mundo do trabalho e da vida em sociedade”.

Como será aplicado na rotina escolar?

Na prática o aluno poderá escolher quais os itinerários de interesse para se dedicarem ao aprendizado com foco na formação profissional e técnica. Esses conteúdos serão norteados pela Base Nacional Comum Curricular e ao todo irão regulamentar até 1.800 horas entre as áreas de:

  • Matemáticas e suas Tecnologias;
  • Linguagens e suas Tecnologias;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
  • Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

Com relação as disciplinas de português, matemática e inglês, essas continuam obrigatórias a todos os alunos durante os três anos de ensino médio.

Formação Técnica

Essa mudança também prevê um período integral para formação técnica a partir de cursos profissionalizantes. Ao concluir o 3º ano o estudante deverá ser certificado pelas aulas frequentadas.

Acredita-se que os alunos serão beneficiados não só pelo fato de saírem do ensino médio mais qualificados profissionalmente, mas também por acompanharem as aulas com maior satisfação, já que as áreas de conhecimentos serão escolhidas de forma a tornar o estudante mais autônomo e protagonista no seu desempenho escolar.

Essas alterações evidenciam a importância dos gestores se atualizarem as novas regras e planejamentos de base curricular, assim como a necessidade de se adequarem ao novo ensino médio sem interferir na qualidade de ensino, muito pelo contrário, aumentando cada vez mais a eficiência no processo de aprendizagem!

Deixe um comentário